Pular para o conteúdo principal

Como Fazer Esboços de Pregação


O Preparo
De esboços
    Antônio Gilberto

A Organização do esboço é tão importante quanto a mensagem que será ministrada
Ocostrutor precisa de uma planta ou croqui para construir; assim também é o pregador, o conferencista, o professosr etc. O esboço é para esses comunicadores um esécie de croqui para construírem o sermão, o estudo bíblico, o devocional ou a aula da Escola Dominical.
                No esboço, a sua forma vem do preletor; a sua substância vem da Palavra de Deus; e a sua vida do Espírito Santo. Não esqueçam disso preletores.
                Logo de vê que o preparo de esboços é algo sério, que não pode ser deixado para a ultima hora, mas é uma tarefa que deve ser realizada com profunda meditação nas Escrituras  e muita oração.

O que é Esboço
Quanto ao seu emprego, o esboço é a parte prática da homilética. É uma forma de composição literária, quanto à sua definição. Daí ele deve estar sujeito às leis dessa forma de composição. As principais leis que regem o preparo de esboço são:
1-      Lei da progressão descendente do assunto – deve haver uma progressão descendente no esboço feito.
2-      Lei da unidade de pensamento – Deve haver uma unidade relativa de pensamento entre as divisões do assunto do esboço, permeando todo ele.  





3-      Lei coerência e correlação – Deve haver correlação entre as divisões e subdivisões do esboço, que são denominadas elementos.


Classes de Esboços

1-      Temático – As divisões desse tipo de esboço deveriam do tema bíblico adotado, e não do texto bíblico que embasa o tema.
2-      Textual – As divisões desse tipo de esboço derivam do texto bíblico adotado, e não tema do sermão.
3-      Expositivo – As divisões desse ripo de esboço vêm da exegese do texto bíblico adotado, e, apoiado por referencias bíblicas, aulas da Escola Dominical, devocionais, aulas de Teologia Sistemática.

Classes de Esboços

1-      A Bíblia é a fonte por excelência e inesgotável.
2-      A inspiração divina em nosso espírito.
3-      Bibliografia pertinente, inclusive livros referencias (fonte de consulta fidedignas e de uso constante), como manuais diversos, comentários, diversos dicionários, glossários, vocabulários(como VOLP,ABL), Atlas.
4-      A prática diurna e acumulada do usuário.
5-      Anotações organizadas do usuário.

O que não é um Esboço Propriamente Dito

1-      Notas avulsas, sem correlação entre seus pontos; simples anotações ou simples apontamentos.
2-      Relação de assuntos; simples listagem de assuntos.
3-      Planos geral de estudo de um assunto.
4-      Simples pontos avulsos de estudos feitos.

Esboço e a Assosciação Brasileira de Noramas Técnicas (ABNT)

                Este preparo deve obedecer as normas fixadas por autoridades no assunto. Um esboço que não observa as normas reguladoras desvaloriza o dito trabalho e depõe contra o autor. A divisão ou desdobramento de um texto em pontos principais com seus subpontos, e também a estética gráfica adotada depende:
1-      Da classe ou gênero literário do texto adotado.
2-      Da finalidade do esboço.
3-      Do tipo ou classe de ouvintes e leitores que se pretendem alcançar.
Há cinco tipos principais de divisão ou desdobramento de um texto quanto ao preparo de esboço a saber:
a)Divisão alfanumérica direita – Esta pode ser alterada ou não alterada alfanumericamente
b)Divisão alfanumérica vertical – Nesta forma de divisão de todos os pontos principais com suas subdivisões são alinhadas verticalmente pelos primeiros algarismos do primeiro ponto principal do esboço
c) Divisão Numérica – Só emprega números. Ela pode ser numérica direta e vertical, dependendo da conveniência.
d) Divisão Decimal – É vertical tendo número nos seus pontos principais, os quais são preparados por ponto (sinal gráfico).
e) Divisão Paragráfica – É vertical e numérica. Cada divisão principal é um parágrafo numerado, geralmente com três algarismos, começando por 001 ou 100.

Procedimento Inicial no Preparo de um Esboço

                A primeira coisa a fazer é efetuar a divisão didática do assunto a ser esboçado; ou ambos do originador do esboço; ou ambos. Quando o esboço parte de um texto, efetua-se o levantamento das unidades informativas desse texto.  
                A segunda coisa a fazer é ordenar as unidades didáticas do esboço, subordinando-as devidamente, de modo que uma vez concluído o esboço, este apresente em resumo duas coisas: unidade em relação ao assunto e coerência entre as suas divisões e subdivisões.
A importancia da Prática na Elaboração de Esboços

            No preparo de esboços a prática, mesmo que o obreiro, o usuário, seja veterano nisso. É de muita importância que o autor primeiramente pratique a leitura e interpretação de textos comuns, e ao mesmo tempo, da Palavra de Deus, para então efetuar a composição de esboços com suas unidades informaticas, dispondoas a seguir, na devida ordem lógica. Feito o rascunho do esboço é necessário retocar tudo, com oraçã, conhecimento prático e sabedoria do alto. Vezes sem conta, é preciso refazer tudo, como fez o oleiro do livro de Jeremias cp 18.

Etapas no Preparo

1-      Oração – Orar é depender do Espírito Santo para ele suprir, guiar, lembrar, inspirar, ungir, iluminar, capacitar, revelar, dar discernimento. Fimar-se, pela fé, na promessa de Jesus em João 14.26. Veja ainda o que diz Efésios 6.18-19, Salmos 73.17 e Mateus 6.11.
2-      Material Necessário – São as fontes de consulta e estudo. Veja II Timóteo 4.13, Lucas 1.3 e Daniel 9.2.
3-      A Bíblia – É a fonte por excelencia, nas suas várias versões em portugues para estudo comparativo.
4-      Concordancia Bíblica – É indispensável paa a localização, seleção e estudo de qualquer assunto da Bíblia e seus respectivos contextos.
5-      Bíblias de estudo, ou temáticas – É de grande valia Bíblias como as de Estudos.
6-      Dicionários Bíblicos – Para a elucidação de termos bíblicos e afins e estudos bíblicos e, geral.
7-      Chave Bíblica – Para estudo de introdução e estudo de introdução e esboço dos livros da Bíblia.
8-      Outras Fontes – Um bom dicionário em portugues, Manual de Referências Bíblicas e Manual de temas bíblicos.

Passos a Seguir

1-      Reunir o material bíblico coletado – É o mesmo que fez Lucas ao escrever o seu Evangelho (Lc 1.3). Referencias bíblicas simplismente verbais não são apropriadas para estudo biblicos, principalmente de for doutrinário.
2-      Esboçar o estudo bíblico – Nesta fase do esboço devem constar apenas as divisões principais do estudo bíblico. As subdivisões vierão a seguir.
3-      Ordenar o material bíblicodisponível – É enquadrar ou subordinar as referências bíblicas e demais materiais do esboço nas divisões e subdivisões do assunto. Hc 3.2
4-      Preparo final do esboço – É fazer o esboço detalhado do estudo bíblico, que deve ser sucinto dentro do possível.
5-      Veridificação – Consciste de revisar, retocar ou alterar o esboço e seu fraseado. É cortejar, conferir, rigorosamente toda a referenciação bíblicas, e fazer trocas, caso preciso. É ainda considerar o estudo feito, de perspectiva, isto é, do ponto de vista do auditório que vamos ter.


 Artigo Digitalizado: Revista Obreiro CPAD
http://cleberrenato.olhaki.net/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Temas para Missões

Temas de Missões:

“... a fim de que todos os povos da terra conheçam o teu nome...” 
II Cr 6.33


“Portanto, meus amados, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.” 
I Co 15. 58


“Antes santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”. 
I Pe 3. 15


“...para que todos os reinos da terra saibam que só tu és o Senhor.” 
Is 37.20


“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.”
 I Pe 2. 9


“...orai por nós, para que a palavra do Senhor se propague e seja glorificada...” II Ts 3.1


“O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos”
Isaías 61:1

“Ó terra, t…

Esboço de Sermão: Josué - Vencendo os Desafios da Vida

TEMA: Josué - Vencendo os Desafios da Vida


TEXTO: E chamou Moisés a Josué, e lhe disse aos olhos de todo o Israel: Esforça-te e anima-te (seja corajoso), porque com este povo entrarás na terra que o Senhor jurou a teus pais lhes dar; e tu os farás herdá-la. O Senhor pois é aquele que vai diante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará. Não temas, nem te espantes. Dt 31. 7,8.
INTRODUÇÃO: O livro de Deuteronômio é o livro dos registros das Leis do Senhor de forma resumida, contido no Pentateuco  Judaico, que  significa ensino e instrução, cuja a autoria desta obra é concedido a Moisés. Nos últimos capítulos de Deuteronômio, está registrado evidentemente as últimas instruções de Deus ao Seu povo (Israel – propriedade peculiar do Senhor), antes de possuírem a terra prometida,  e aqui no capítulo 31, analisamos de forma clara e objetiva o Grande Desafio que o Senhor concede a Josué filho de Num, o sucessor de Moisés. Moisés estava no final de sua carreira, aguardando sua par…

Frases marcantes de: Oswald Smith

"Se você não está interessado em evangelismo e missões, existe uma grande probabilidade de você nunca ter nascido de novo"


 “Quem não prevalece com Deus em oração, não pode prevalecer com os homens na pregação”


"A tarefa suprema da Igreja é a evangelização do mundo".



"Porque é que alguém deveria ouvir do Evangelho duas vezes, quando há pessoas que não ouviram nenhuma vez?"


 "Se Deus quer a evangelização do mundo, mas te recusas a sustentar missões, então opões-te à vontade de Deus". "Deves ir ou enviares um substituto".


 "Tu não podes levá-lo dinheiro contigo mas podes mandá-lo adiante (ao céu) mediante missões".


 "O maior obstáculo para as missões são os pastores."



http://cleberrenato.olhaki.net/